Olá Visitante, seja bem vindo(a)!
ANE » Notícias
Notícias   Notícias
SAUDAÇÃO AOS NOVOS ACADÊMICOS - 2018
Publicado dia:11/12/2018
Fonte:

DISCURSO DE SAUDAÇÃO AOS NOVOS ACADÊMICOS DA ACADEMIA NACIONAL DE ECONOMIA (ANE) - BRASIL

Excelentíssimo Confrade Acadêmico ARLINDO PEREIRA DA SILVA,

Digníssimo Presidente, da Academia Brasileira de Ciências Econômicas, Políticas e Sociais (Academia Nacional de Economia – ANE)

Excelentíssimos Membros Titulares Acadêmicos, Autoridades, Convidados,

Novos Acadêmicos,

Senhoras e Senhores,

É com imensa honra e alegria que dirijo saudação especial a esta congregação de personalidades importantes da vida político-social brasileira e, em nome delas e na minha pessoa saúdo os novos Titulares Imortais desta Academia, instituição que desde 1944 firmou uma tradição de espaço nobre para discussão de temas concernentes à Sociedade e à Economia, especialmente aqueles de interesse nacional.

Os imortais não são, apenas, o titulo honorífico que se atribui a acadêmicos, mas, a sua escolha representa que são pessoas com méritos especiais que os distinguem pelas contribuições prestadas à sociedade Brasileira e quiçá mundial, por meio das obras e ações singulares nos campos cultural, político, social e científico, com reais e benéficos efeitos para esta e futuras gerações.

Calorosas e afetuosas boas vindas aos notáveis Acadêmicos que, aqui e agora, solenemente, incorporam-se a esta Congregação para consolidar e continuar, nesta Magna Instituição, o cultivo do saber puro, dinâmico, atual e evolutivo, junto à sociedade, inserida no contexto universal com o compromisso de servir e trabalhar para o bem da VERDADE e do SABER.

Prezados novos Acadêmicos, esta é a nossa nobre missão, a de servir com dedicação e amor.

Nesta saudação, que representa a acolhida de quantos aqui militam, temos a certeza da consciência plena do que significa este compromisso cujo objetivo é somar, com a missão de dividir com o povo do nosso País o conhecimento, a cultura e a ação de cada um, convertendo-os em benefício da ciência, da justiça e do bem para a humanidade. 

Boas vindas aos que trazem as experiências de suas realizações intelectuais e profissionais, a certeza e a esperança de não se acomodar e de estarem dispostos a despender esforços para prestigiar e fazer crescer esta instituição, do saber e da cultura, que é a Academia Nacional de Economia – ANE, fundada há mais de 6 (seis) décadas, a qual já pertenceram e pertencem as mais proeminentes figuras brasileiras, cuja finalidade é promover e estimular o desenvolvimento da investigação e fazer proposições  em qualquer domínio do conhecimento.

O mérito de suas indicações, além das qualidades morais e intelectuais, reside, também, no reconhecimento dos talentos, vocações e trabalhos profissionais e científicos desenvolvidos Vossas Excelências que se juntarão aos que aqui já se encontram.

Prezados Acadêmicos, a globalização da economia e a revolução tecnológica são fenômenos que irreversivelmente mudaram o curso da humanidade, mas, nunca se fez tão necessário, para que possamos construir um mundo melhor para todos, que em cada um de nós seja fortalecida a consciência de que devemos despertar o sentimento de cidadania que passa pelo ato de se doar ao serviço desta Instituição e, sobretudo, empenhar-se ao trabalho cívico de consolidar nosso País como democrático, sem preconceitos e com cidadãos livres em todos os  sentidos, pelo crescimento e melhoramento do grau de escolaridade e atendimentos das necessidades básicas da nossa população.

Este despertar da consciência cidadã não pode se resumir, tão-somente, a um desejo, porém, devemos refletir sobre o papel que temos que desempenhar para que tudo funcione na mais perfeita harmonia e produza resultados.

Vivemos tempos estranhos e, independentemente de desejos, vontades e ideologias políticas pessoais, temos que pensar no Brasil e no seu povo com responsabilidade, não podemos ficar inertes e estagnados, limitados a tecer críticas e lamurias, mas, como cidadãos conscientes, devemos nos colocar à frente de ações que possam efetivamente resultar em benefícios para toda a sociedade.

Por isso, caríssimos Confrades e Confreiras acadêmicos, é nosso dever utilizar as nossas vocações, aqui alertando sobre a importância de buscarmos soluções sobre questões socioeconômicas que hoje afligem o mundo e, especialmente, o nosso País. Diante de tantas desigualdades e injustiças sociais, falta de saúde, segurança, educação e bem estar para o nosso povo não podemos ficar parados na esperança que apenas governos tragam soluções, o momento exige a colaboração da sociedade civil.

Temos que participar e nos juntarmos para apresentar essas soluções que nosso País precisa.

Confrades e Confreiras, Senhoras e Senhores, é nesta ótica que surge a importância da nossa academia que tem um campo relevante de trabalho a ser executado. É com esta finalidade que se coloca a ANE que, ao longo de décadas, sempre vem se exercendo o papel de executar a missão de contribuir para a edificação de uma nação mais justa e solidária, com base na consciência cidadã para que o Brasil atenda, pelo menos, ao mínimo essencial para que todos possam ter uma existência digna e livre.

A ANE é um bem social, cujo investimento tem como retorno a prática da cidadania, a tolerância democrática, o cultivo da verdade e do saber, enfim, a edificação do templo da virtude humana – o Saber. Temos que nos comprometer e participar com ideias e ações para exercemos o nosso papel de membros imortais e de cidadãos. O nosso grande desafio é defender e lutar para que a gestão e o serviço público sejam prestados, sempre, com excelência, tecnicidade e mérito, na busca de melhor atender ao povo brasileiro.

Somente por meio da nossa conjugação de esforços e inteligências, como pensadores e formadores de opinião, praticando o bom trabalho a serviço da CIÊNCIA, é que manteremos a credibilidade indispensável para o exercício da nossa função como cientistas sociais.

Prezados Acadêmicos, não podemos nos omitir e “deixar a vida nos levar”, temos que ser donos das nossas ações e conscientes da tarefa que temos pela frente, não deverá faltar ânimo e esperança para levar esta nossa missão adiante porque, além de ser nobre e necessária, ela faz parte dos nossos ideais nobres e que aspiram a um Brasil e uma sociedade melhor para todos.

Para isso é necessário a inabalável vontade de não sermos apenas profissionais de reflexão ou agentes burocratas do saber, mas de buscarmos a ação para encontrar e sugerir formas de reorientação como contribuição nossa na vida prática em sociedade. É nesta Academia que encontraremos espaço para vermos os nossos ideais consolidados.

Este momento solene de posse não pode se resumir, apenas, a um momento festivo nem à honra de ostentarmos o título de imortais, ele significa muita mais, é termos o orgulho e estarmos cientes do compromisso que assumimos perante nossos Confrades e Confreiras e perante a sociedade como representantes da nossa Academia, mas, especialmente, o nosso comprometimento com os rumos do País que queremos para todos.

Que os nossos desejos e conhecimentos transformem-se em trabalho verdadeiro para que possamos contribuir concretamente para essa sociedade melhor para todos.

Muito Obrigada pela honra de pertencer à ANE e de poder dizer aos novos acadêmicos, sejam bem-vindos, nós desejamos contar com a experiência, energia, saber e talento de cada um para juntos sermos mais fortes, pois, somos os verdadeiros responsáveis pelos rumos da Nação.

Nós somos o povo brasileiro, nós somos o Brasil e nós somos a Academia Brasileira de Ciências Econômicas, Políticas e Sociais (Academia Nacional de Economia – ANE), não dá mais para esperar! Temos que começar a agir!


Cidade do Rio de Janeiro, aos 29 dias de novembro de 2018.

 Acadêmica MARY ELBE QUEIROZ - Membro Titular da Cátedra 20.

 




« Voltar

 
ANE
Programação Notícias Fale Conosco
Publicações Galeria de Fotos Cadastre-se
» Jornal da ANE Carta do Presidente Login da Conta
Links Úteis
Central de Atendimento
() -
» Estatuto
» Regimento
» História
» Missão
» Acadêmicos - Membros Efetivos
» Diretoria Nacional
» Diretoria Regional  
» Comissões Permanentes  
» Conselho Supremo
Todos direitos reservados Desenvolvido por SUED Design